Checklist: confira a documentação necessária para vender um imóvel

Sabemos que o ambiente negocial no Brasil é algo burocrático e, como é de se esperar, essa patologia afeta também o mercado imobiliário. Por isso, na hora de transferir uma propriedade, será necessário juntar um certo rol de documentos para fazer frente à negociação. 

Confira o conteúdo a seguir e conheça tudo aquilo que você precisa ter em mãos quando quiser negociar a sua casa, o seu apartamento ou o seu terreno!

Documentação do imóvel

A documentação necessária para vender um imóvel é extensa e inclui alguns papéis exclusivos da propriedade. São eles:

Matrícula Atualizada

A matrícula atualizada é uma certidão que pode ser solicitada no Registro de Imóveis competente. Ela tem as informações da propriedade e é utilizada para comprovar alguns dados essenciais, como o nome do verdadeiro dono e se o bem está envolvido em problemas de inventário, partilhas ou heranças.

Certidão Negativa de Débitos Municipais

Esse documento serve para atestar que não existem dívidas do imóvel com o município e pode ser solicitado na prefeitura da cidade.

Declaração de quitação condominial

No caso de propriedades em prédios ou condomínios, é preciso solicitar uma declaração de quitação condominial, que serve para atestar que o antigo dono pagou as suas taxas em dia. O papel pode ser expedido pela administradora ou pelo síndico. Nesse último caso, é preciso anexar a Ata da Assembleia que o elegeu.

ITBI

O ITBI é a sigla para Imposto de Transmissão de Bens Imóveis e deve ser expedido pela prefeitura. Ele consiste em uma taxa de 2% do valor da propriedade a ser paga pelo comprador ao município e apresentado na hora de dar entrada na escritura.

Planta baixa

A planta baixa só é necessária em caso de financiamentos ou de utilização do saldo do FGTS.

Documentação pessoal do vendedor

A documentação necessária para vender um imóvel também inclui alguns papéis do próprio vendedor. São eles:

Documentos pessoais

Os documentos pessoais exigidos são a Carteira de Identidade (RG) e o CPF (Cadastro de Pessoa Física). No caso de pessoas casadas, também é preciso anexar os do cônjuge. Certidão de Nascimento (para solteiros) e de Casamento (para casados). Além desses, é necessário anexar um comprovante de residência.

Certidões Negativas

Depois de reunir os documentos pessoais, é hora de anexar as certidões negativas de ações cíveis, ações na Justiça Federal, das Fazendas Estadual e Municipal, de protesto de títulos, de interdição, tutela e curatela. No caso de ser casado, o cônjuge também precisa apresentar a mesma papelada.

Com toda essa documentação em mãos, você pode finalizar a transação e fazer a nova escritura em cartório. São muitos detalhes, mas com o auxílio de uma imobiliária especializada, esse processo se torna muito mais simples e seguro.

Gostou de conhecer a documentação necessária para vender um imóvel? Achou muito complicado? Então entre em contato conosco e conte com a ajuda dos nossos profissionais!

Compartilhe, curta, recomende:

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.