Pare agora e aprenda a administrar um imóvel alugado

O mercado imobiliário é uma ótima opção para os investidores. Afinal, além de proporcionarem segurança patrimonial, os imóveis ainda permitem uma rentabilidade extra, que surge a partir da locação.

Por outro lado, cabe ao locador conhecer e gerenciar uma série de questões, que são fundamentais tanto para garantir a melhor rentabilidade quanto para evitar contratempos e danos ao imóvel.

Confira, neste post, o que é preciso saber para administrar um imóvel alugado.

Divulgar o imóvel

Antes de se tornar um administrador de um imóvel alugado, é preciso encontrar um inquilino para ele. Portanto, o primeiro passo é fazer a divulgação adequada, utilizando os meios e a linguagem correta, que seja capaz de atrair pessoas com o perfil desejado.

Selecionar um bom inquilino

É importante ressaltar que a divulgação pode atrair bons e maus candidatos à locação. Para diminuir as chances de encontrar inquilinos problemáticos, é importante fazer uma boa seleção — por meio de entrevistas e da checagem de informações cadastrais.

Elaborar um bom contrato

O contrato de locação é o instrumento que prevê os direitos e as obrigações do locatário e do locador. Nele, estão as referências para a relação entre ambos e também para responder a qualquer questionamento que possa surgir, inclusive na justiça, se necessário.

Por isso mesmo, o contrato deve ser redigido por um advogado que conheça a matéria, prevendo todos os pontos que possam representar problemas durante o período da locação.

Valorizar a vistoria

Vistoriar o imóvel é essencial para que as condições físicas dele sejam documentadas e preservadas. Por isso, as vistorias devem acontecer em várias ocasiões.

Na primeira, será gerado um laudo a ser assinado pelo locatário e que se tonará parte constituinte do contrato, servindo como documento de comprovação das condições nas quais o imóvel foi entregue a ele. Na última, que ocorre no momento da devolução do imóvel, será verificado se aquelas condições foram preservadas.

Porém, também devem ocorrer vistorias intermediárias, durante o prazo de vigência do aluguel do imóvel, a fim de verificar se o imóvel está sendo utilizado de maneira adequada e se não precisa de algum reparo preventivo ou de uma reforma. Essas vistorias devem ser previstas em contrato e programadas com antecedência.

Cobrar os aluguéis e atrasados

Nas datas previstas em contrato, é preciso fazer o recebimento do valor do aluguel, o que pode ser feito presencialmente ou por meio da emissão de boleto bancário. Em caso de atraso, também é preciso cobrar as multas previstas contratualmente.

Fiscalizar o cumprimento das obrigações do inquilino

Normalmente, cabe ao inquilino arcar com o pagamento do IPTU, da taxa de condomínio e das demais obrigações vinculadas ao imóvel. Acompanhar o cumprimento dessas obrigações é indispensável, e isso deve ser feito periodicamente, a fim de evitar que os problemas surjam ou que se acumulem.

Relacionar-se com o inquilino

O relacionamento com o inquilino deve ser o melhor possível, uma vez que essa condição é de interesse das duas partes. Contudo, as situações de divergência podem surgir e, quando não for possível administrá-las amigavelmente, é necessário acionar o locatário na justiça para fazer valer o contrato.

Terceirizar

Outra opção é terceirizar para uma administradora de imóveis todas as atividades relacionadas neste post. Por meio de um contrato — que inclui uma procuração que dá os poderes necessários à administradora para que ela possa representar os interesses do proprietário do imóvel de maneira adequada nas situações que surgirem —, ao locador caberá apenas acompanhar os relatórios sobre a situação da locação e receber os aluguéis.

Essa alternativa inclui um custo que se torna bastante compensador, diante do benefício da tranquilidade que oferece. Se você quer saber mais sobre como funciona essa possibilidade, entre em contato conosco!

Compartilhe, curta, recomende:

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.