Vender seu imóvel num mercado lento: 5 dicas para o sucesso

sucesso na venda do imóvel

O mercado imobiliário é considerado por muitos uma das melhores opções de investimento — especialmente no Brasil, que tem um grande deficit habitacional e precisa de reformas estruturais.

No entanto, com a atual desaceleração no processo de valorização dos imóveis e o  desbalanceamento entre oferta e demanda, um processo de venda assume feições peculiares, a que os proprietários devem prestar atenção.

Preparamos esse artigo para você, que deseja vender seu imóvel neste momento, com ótimas dicas para você garantir um excelente negócio. Confira!

1. Tenha claras as razões da venda e vá em frente

Se os preços lhe parecem deprimidos, ou aquém do que você imaginava ser adequado para o seu imóvel, tome em conta que, por um lado, pode ser que a sua expectativa inicial, desde a origem, já estivesse equivocada ou  mesmo influenciada por boatos e anúncios de imóveis que simplesmente não foram vendidos. Para sua correta orientação, conte com uma adequada avaliação profissional

Se você está desinvestindo, ou seja, tirando o valor do ativo imobiliário para uso ou investimento em ativos de qualquer outra natureza, bem, isso é uma decisão pessoal e intransferível, e se fizer sentido para você, porque não?

Porém, se você estiver apenas “movimentando a carteira” ou seja, vendendo para adquirir outro bem no mesmo mercado, ou em um mercado com movimento parecido, não há prejuízo algum, já que na hora da compra as circunstâncias estarão todas a seu favor. O seu interesse neste caso, é conseguir aproveitar o bom momento, e portanto a velocidade da sua venda torna-se ainda mais relevante.

2. Fique por dentro das notícias locais

Como está o desenvolvimento de sua cidade? Uma ciclovia ou linha de metrô está sendo instalada? Talvez esteja sendo criado um pólo industrial, comercial ou ainda um shopping center. — tudo isso pode ampliar o nível de interesse no seu imóvel, e você deve explorá-lo.

Assim, fique a par de quaisquer tipos de eventos e destaque isso no momento de realizar a propagando do seu imóvel, pois a localização de um imóvel é um dos principais fatores na decisão de compra.

3. Faça propaganda

Existem diversos recursos de que se pode lançar mão para promover o negócio imobiliário, todos velhos conhecidos do público em geral, desde as placas de fachada com a inscrição VENDE-SE e meios de contato para os interessados, até os mais sofisticados como propagandas impressas e eletrônicas, além de sua rede de relacionamentos pessoais, muitas delas gratuitas ou acessíveis a um custo bem baixo, na verdade.

Se você contar com ajuda profissional, este consultor poderá lhe orientar quanto às ações mais provavelmente eficazes, os retornos e os prazos esperados, sempre tendo em vista o público-alvo para o imóvel e os meios de acessá-lo, o que constitui parte do que se chama marketing imobiliário.

4. Preparação é fundamental

Uma parte fundamental de vender seu imóvel é apresentá-los pra potenciais compradores — e para isso, é importante estar preparado. Podemos separar essa preparação em duas fases:

Apresentação física do imóvel

Antes de apresentar o imóvel, realize os pequenos reparos necessários, como consertar vazamentos e substituir lâmpadas queimadas, e garanta que ele esteja impecável no momento das visitas. Esses cuidados contribuem para minimizar as objeções dos interessados na compra, pois nem todo comprador consegue abstrair do que vê, aquilo que talvez não seja muito grave ou relevante, e acaba por descartar seu imóvel apenas por ter tido uma impressão inicial algo abaixo do ótimo.

Evitar a exposição de itens muito pessoais e declarações emocionais na apresentação também contribuirá para a análise mais objetiva do interessado, o que, simplesmente, afasta o risco de algo totalmente irrelevante que for visto ou ouvido, acabar com o interesse.

Preparação da apresentação

Prepare uma apresentação de 30 minutos para destacar os pontos principais do seu imóvel para os visitantes. Isso o ajudará a direcionar o rumo da conversa, mas é importante também estar preparado para situações que podem ser levantadas pelos potenciais compradores.

Quais perguntas eles provavelmente irão fazer? Qual pergunta você teria dificuldade para responder? Pense em respostas, mas não anote exatamente o que vai dizer e não decore um texto, pois isto pode causar uma má impressão. A dica é ser o mais natural possível.

5. Contrate um corretor para vender seu imóvel

Contar com a ajuda de um especialista é sempre uma boa opção, uma vez que ele poderá encurtar muito o caminho para encontrar o comprador ideal. 

Além disso, o corretor terá melhores informações para monitorar o desempenho do seu imóvel no mercado ao longo do tempo de oferta e em relação aos demais imóveis concorrentes, terá maior disponibilidade para lidar com a dinâmica de visitas, planejamento e execução das apresentações do imóvel aos interessados, e por fim, terá um repertório de soluções negociais para fazer convergir os interesses de lado a lado na conclusão do negócio com sucesso, já que cada negócio imobiliário é único, e todos tem alguma peculiaridade com que se lidar.

Com essas dicas, você conseguirá vender seu imóvel com mais rapidez e realizará um bom negócio? Ainda tem alguma dúvida? Tem outras dicas que gostaria de compartilhar? Então deixe seu comentário!

Compartilhe, curta, recomende:

Deixe um comentário