Quais profissionais devem ser consultados na compra de imóvel?

profissionais de arquitetura

Você que está pensando em venda, locação ou compra de imóvel sabe quais profissionais podem ser consultados nesse processo? Sabe quem poderá te ajudar a intermediar a transação ou a trabalhar com a elaboração do contrato de compra e venda?

Neste post, você vai conhecer quais são os profissionais que podem ser consultados para negociar melhor um imóvel e como eles poderão lhe auxiliar nesta tarefa.

Arquiteto ou engenheiro civil

Um arquiteto ou um engenheiro civil podem ser consultados para questões envolvendo problemas estruturais ou, até mesmo, aqueles relacionados com a vida dos possíveis moradores do apartamento, como sol ou possibilidades de reforma.

Muitas delas só podem ser feitas sob a responsabilidade técnica de um profissional especializado. Tal documento deve ser assinado pelo profissional que assumirá a responsabilidade técnica pelas modificações, sejam estruturais ou não.

Estes profissionais podem cobrar por hora trabalhada, pelo tamanho do imóvel ou especificamente pelo documento que irão emitir. Muitos Conselhos Regionais de Engenheiros e Arquitetos estabelecem parâmetros mínimos para cobrança, que deverão ser respeitados.

Advogado

A utilização dos serviços advocatícios na compra de um imóvel está relacionada à assistência na prevenção de dúvidas ou conflitos e elaboração do contrato de compra e venda, visando a proteção e conciliação dos interessas das partes em negociação, bem como a orientação quanto à documentação e os possíveis riscos envolvidos.

Além disso, os serviços de um advogado garantem a correta observância da legislação vigente em relação a impostos e outras questões envolvendo aspectos jurídicos do imóvel.

A remuneração desse profissional será tratada caso a caso, em função da expressão econômica do resultado do trabalho, ou mesmo do esforço despendido, mas guardará sempre obediência à tabela de honorários da Ordem dos Advogados, que, a fim de preservar a ética profissional, estabelece patamares mínimos de remuneração para cada tipo de serviço.

Síndico

Em caso de compra de um apartamento, o síndico deve ser consultado para questões regimentares como funcionamento das garagens, posse de animais ou para verificação das instalações como playground ou outras áreas em comum. O síndico também pode ser consultado sobre possíveis dívidas do condomínio e para que você entenda como funcionam os rateios de despesas, por exemplo.

Como muitas vezes essa função é desempenhada por um proprietário e não por um profissional com dedicação exclusiva, e nesses casos será menos provável o acesso a ele, muitas dessas questões poderão ser solucionadas por meio de vistas à Convenção e Regulamento condominial, assim como a um boleto atualizado do condomínio, o que pode ser fornecido a você pelo próprio vendedor do imóvel.

Tabelião

O tabelião, normalmente, acaba sendo indiretamente consultado, já que é um profissional que atua dentro de um cartório, onde será dada forma legal ao negócio e feito o registro do mesmo. Tal qual o advogado, ele auxilia na validação da documentação do imóvel comprado e na verificação de possíveis pendências ou restrições em relação ao imóvel em questão.

O serviço de um tabelião é pago juntamente com as taxas, emolumentos, impostos e contribuições incluidos nas Tabelas de taxas e emolumentos divulgados pelas Associações dos Notários e Registradores dos Estados ou regiões.

Corretor de imóveis

O corretor de imóveis talvez seja o profissional mais lembrado, e muitas vezes é o primeiro com quem o interessado num negócio imobiliário tem contato. Mas não é só: além de ser o primeiro a atuar, provavelmente será também o último a deixar o cliente, e apenas após passado algum tempo de negócio já realizado.

Ele desempenha diversos papéis, desde ajudar na identificação das reais necessidades do seu cliente, avaliando e indicando imóveis ou negócios que possam suprí-las, até mobilizando, reunindo e coordenando outras competências profissionais necessárias para a realização do negócio, desde funções de marketing, negociação, diligências documentais e jurídicas, regularização de imóveis, contratação de seguros, garantias, contratos, registros, obras e vistorias, etc.

Esses profissionais são remunerados se seu trabalho for bem sucedido, ou seja, se o seu cliente conseguiu concluir o negócio desejado, razão pela qual a remuneração é chamada honorários do corretor.

Você viu que existem diversos profissionais envolvidos na negociação de um imóvel, e ainda outros poderiam ser citados, como o corretor de seguros, o correspondente bancário – que media o financiamento para o comprador junto às instituições financeiras – e os profissionais envolvidos com o marketing imobiliário – home stagers, publicitários, web designers, entre outros, mas o corretor de imóveis é o profissional que pode organizar e coordenar esses processos adequadamente.

Consultor em finanças ou contador

Veja a importância desse profissional nesse post

Se você tem dúvidas sobre como identificar um bom profissional, siga este link, onde deixamos várias dicas para você se orientar melhor.

Compartilhe, curta, recomende:

Deixe um comentário