São Paulo é o centro comercial do Brasil e uma das maiores cidades do planeta. Como se não bastasse abrigar muitas empresas de renome e oferecer grandes oportunidades para quem quer se desenvolver profissionalmente, seus bairros, verdadeiros distritos, incluem uma vida noturna única, com teatros, cinemas, bares e restaurantes da melhor qualidade.

As pessoas amam o estilo de vida da capital, com características únicas e diversas conveniências. Sendo assim, não falta quem queira morar na terra da garoa e as opções são diversas, tornando essencial uma boa pesquisa na hora de escolher um bairro.

Quer conhecer quais são os 8 melhores bairros de SP para se viver? Então confira o post de hoje!

Ipiranga

O Ipiranga é, de certo ponto de vista, um dos melhores bairros de SP — e isso não é de hoje. Afinal, foi às margens do Rio de mesmo nome que D. Pedro proclamou nosso grito de independência. 

Na região (que é uma das mais arborizadas da capital), estão o Museu do Ipiranga e o Parque da Independência. Este último é um ambiente com mais de 21 mil metros quadrados e abriga várias espécies de animais. O jardim do Museu foi projetado com inspiração no do Palácio de Versalhes, na França, sendo definitivamente um ótimo ponto para passeios.

Nem só de história vive a região: a infraestrutura comercial e de lazer é muito boa, o perfil atual é residencial com excelente rede comercial de vizinhança. 

Alguns dos melhores restaurantes de toda a cidade estão no Ipiranga. Há também os estabelecimentos de renome, conhecidos pelos paulistanos desde a década de 1960, como a lanchonete do Seu Oswaldo e a pastelaria Yokoyama. 

O local também conta com uma boa rede de ensino em suas proximidades, com instituições bem conceituadas para a educação de filhos de todas as idades. Vale lembrar que a famosa PUC está na região.

O Ipiranga é um bairro bem localizado, com fácil acesso às zonas Sul e Leste, ao Grande ABC e à Rodovia dos Imigrantes, ponto importante para quem deseja passar um fim de semana em Santos ou no Guarujá e curtir uma praia. 

As opções de transporte público também são diversas: três estações da Linha 2-Verde do metrô, um trem da CPTM e 31 linhas de ônibus encontram-se disponíveis na região. 

O destaque especial fica com a Vila Monumento, para quem quer se sentir no interior e ter muita paz. Já o Ipiranga, propriamente dito (miolo), é perfeito para uma vida mais sofisticada. E o chamado Alto do Ipiranga, por sua vez, agrada facilmente àqueles que gostam de ares mais cosmopolitas.

Vila Mariana

A Vila Mariana é, dos bairros da Zona Sul, o que atrai mais atenção. Ele se localiza entre dois importantes parques públicos — o Ibirapuera e o da Aclimação — e tem vias e ciclovias que a integram a toda a cidade, inclusive à Avenida Paulista.

A região concentra um número enorme de estações de metrô – 6 ao todo, de 3 linhas diferentes, sendo 2 em implantação -, hospitais (como o Hospital São Paulo, o Instituto Dante Pazzanese e tantos outros de especialidades), faculdades e institutos de ensino, como a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o Instituto de Belas Arte e a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). 

Serviços e comércio variados e de excelente qualidade também marcam presença, incluindo dois grandes shoppings. Os pontos de cultura e entretenimento mais famosos da cidade estão, inclusive, localizados na região. A Cinemateca, o Museu de Arte Moderna e o Instituto Biológico são alguns deles.

O destaque mesmo vai para o Sesc Vila Mariana, que conta com um grande auditório e espaços de lazer, como quadras poliesportivas, piscina e teatro. O bairro também é cheio de restaurantes e botecos diversos para quem deseja saborear delícias de diferentes cozinhas.

Apesar de todo o agito, a Vila Mariana tem alguns cantinhos do céu, onde se pode viver com sossego e ter tudo ao alcance de um passeio a pé. É só procurar.

Jardim Paulista

O Jardim Paulista é um bairro há muito badalado. De urbanização mais remota do que boa parte dos bairros que o confrontam, sua boa localização e a elevada oferta de opções de comércio, cultura e lazer de alto padrão são alguns dos atrativos do lugar.

Unindo praticidade e ótimos serviços, o bairro faz parte da região conhecida como “Jardins”, uma das mais valorizadas da capital. Seu perfil misto (comercial e residencial) concentra muitos teatros, cinemas, restaurantes e serviços de alimentação de expressão internacional. 

As melhores livrarias de toda a cidade, como a Cultura, a FNAC e a Martins Fontes, além de lojas com artigos de arte, eletrônicos e papelaria, estão espalhadas pela região. Sebos, shoppings e a famosa Rua Oscar Freire — concentrando o luxo na cidade — são os destaques da área. 

Graças ao grande número de flats, hotéis e consulados, esse é um dos bairros mais frequentados por turistas e estrangeiros na cidade. Passeios largos e acessíveis, ciclovia de alta tecnologia e conforto, música nas ruas e parques a qualquer hora do dia ou da noite, e a melhor infraestrutura de transporte público, completam o local.

Higienópolis

Localizado no alto da região central paulistana, Higienópolis se destaca pela vizinhança com a Avenida Paulista e por abrigar importantes centros de saúde e instituições de ensino. Alguns exemplos são: Instituto Mackenzie, Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), Hospital Samaritano e Santa Casa de Misericórdia.

O bairro também oferece aos seus moradores importantes centros comerciais e de lazer, além de uma boa infraestrutura de transporte, com estações de metrô relativamente próximas e importantes vias de circulação e integração com os bairros vizinhos.

A qualidade de vida é excelente, sendo que o CRECI o classifica como “Zona de Valor A”, a mais alta da análise, que o enquadra como bairro nobre. O resultado disso é um preço médio mais alto dos imóveis da região em comparação com os das adjacências, por conta da localização.

No geral, apresenta uma vizinhança segura, limpa, arborizada e frequentada por altas figuras da sociedade. É um bairro completo, ou seja, os moradores não precisam sair dele para desfrutar dos mais diversos serviços necessários ao cotidiano.

Perdizes

A mudança na realidade imobiliária dos últimos anos permite colocar Perdizes como um dos melhores bairros de SP. Aliando uma ótima localização à alta qualidade de vida, o distrito tem ambiente familiar e imóveis com padrão de classe média e alta. Novos empreendimentos estão verticalizando a região, mas não retiraram sua vocação residencial e tranquila.

O local conta, inclusive, com um miniparque linear, ideal para correr e andar de bike na Avenida Sumaré. Há, ainda, o Parque da Água Branca, o antigo estádio Palestra Itália, hoje Allianz Parque, a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e uma excelente unidade educacional do Sesc.

Continuando com os pontos mais conhecidos, vale lembrar sua proximidade com o Terminal Barra Funda, o Memorial da América Latina, o Sesc Pompeia e o Estádio do Pacaembu, além de dois ótimos shoppings.

Além da já citada PUC, Perdizes é uma região conhecida por disponibilizar ótimas opções de educação, do ensino fundamental ao médio. Colégio Batista Brasileiro, Pentágono, São Domingos e Santa Marcelina são alguns dos principais nomes.

Pinheiros

Pinheiros é considerado um dos melhores bairros de SP pela população jovem e descolada e pelo público das mais variadas artes. E isso ocorre devido às suas ótimas opções de lazer, inclusive a badalada Vila Madalena, com seus bares e restaurantes sofisticados, além de todo o comércio de vizinhança e especializado.

Com fácil acesso aos meios de transporte público, inclusive a duas linhas e a várias estações de metrô, a região é servida também por excelentes vias de integração com o restante da cidade. Além de abrigar galerias de arte e centros culturais, é nesse bairro que está uma das maiores e mais pujantes unidades do Sesc — o Sesc Pinheiros —, que conta com muitos espetáculos e exposições. 

A propósito, Pinheiros é uma ótima escolha para quem gosta de artes plásticas, música e uma boa programação cultural. A região ainda conta com o Parque Villa Lobos (uma verdadeira flor de lótus, construído sobre o que antes foi um aterro sanitário!) e praças conhecidas, como a Benedito Calixto, famosa pela feira de antiguidades.

Finalmente, as principais fontes da juventude do bairro, a Faculdade de Saúde Pública e a Escola de Medicina da USP, além de todo o complexo do Hospital das Clínicas e de institutos como o Emílio Ribas, projetam Pinheiros no cenário de saúde nacional.

Trata-se, portanto, de um bairro em que se encontra de tudo: do máximo agito possível às áreas mais verdes e sossegadas da capital.

Itaim Bibi

Bairro desejado da Zona Sul, o Itaim Bibi é reduto elegante da cidade. Cercado pelos shoppings mais luxuosos da cidade, contendo o Parque do Povo, excelentes salas de cinema, teatros, universidade e uma plêiade de ótimos restaurantes, bares e boates, não falta o que fazer em termos de compras e lazer por lá. 

Plano e com acesso facilitado ao transporte público urbano, é agitado em dias úteis, e tranquilo(íssimo) aos finais de semana. Em resumo, excelente para se morar e trabalhar no mesmo lugar: boa parte dos novos moradores da região escolheu o Itaim Bibi porque muitas empresas estão por lá, diminuindo, assim, o tempo gasto diariamente com a ida e a volta do trabalho. . 

Sua localização é um ponto forte, pois está circundado por um anel viário formado pela Marginal Pinheiros e as Avenidas Santo Amaro, Nove de Julho e Hélio Pellegrino, ou seja, tem fácil interligação com o restante da cidade.

O número de supermercados, farmácias e outros tipos de serviços fundamentais ao cotidiano também é maior nessa região, fazendo com que ela seja uma escolha altamente prática para seus moradores.

Os preços dos imóveis, no entanto, enquadram-se entre os mais caros da cidade. Mas quem mora por lá acredita que vale a pena.

Tatuapé

Chegamos ao bairro mais desejado da Zona Leste de São Paulo. Com uma história rica, um ambiente familiar e sendo o campeão de áreas verdes da capital, não é de se admirar que a procura pelo Tatuapé tenha aumentando bastante.

A mobilidade é uma das maiores vantagens do bairro, que tem fácil acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos e à Marginal Tietê. Não podemos nos esquecer, é claro, de suas duas estações de metrô, com destaque para a estação Tatuapé.

Com pelo menos 5 teatros em suas proximidades, como o Teatro Fernando Torres e o Teatro Drummond, o Tatuapé também é uma ótima opção para quem gosta de acompanhar apresentações musicais e peças.

Além disso, lojas de alto padrão vêm se sobressaindo na região. Vale lembrar que muitos empreendimentos imobiliários foram acolhidos pelo bairro com enorme sucesso, atendendo à já consolidada demanda.

Moóca e Santana

A Moóca foi um bairro de concentração de imigrantes italianos no início do século XX, mas que foi severamente transformado nas últimas décadas. É um bairro que já chama muita atenção pela qualidade da sua urbanização mais recente, o perfil dos serviços disponíveis na região, e a beleza de suas ruas e praças. 

Identicamente, Santana tem seus encantos. Uma regão que vem florescendo nos últimos 20 anos, com a extensão do metrô, a remoção do Carandiru, a ampliação de avenidas, a instalação do Parque da Juventude, além da histórica presença de vários equipamentos militares e da aeronáutica, que conferem certa aura de segurança em toda região.

Está no nosso radar explorá-los melhor na próxima edição, sendo os 9º e 10º bairros escolhidos  como os campeões da cidade. Acompanhe as novidades.

Além dos bairros destacados ao longo deste artigo, é notório o esforço do poder público em ampliar o atendimento a toda a cidade. Exemplo disso é a preocupação com a qualidade oferecida tanto nos serviços de mobilidade urbana — transporte público, vias de integração, ciclovias — quanto nas opções de educação, segurança e saúde.

Isso faz de São Paulo uma cidade cada vez mais inclusiva. Os bairros, mesmos que sejam mais distantes dos centros tradicionais, podem oferecer tudo o que as pessoas precisam para viver, estudar e trabalhar confortavelmente.

Gostou de conhecer os melhores bairros de SP para se viver? Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do mercado imobiliário!

Compartilhe, curta, recomende:

Deixe um comentário