home staging

Com a grande valorização que o mercado imobiliário do Brasil experimentou nos últimos anos, muitas pessoas estão renovando o seu interesse em investir nesse segmento. Dentro desse contexto, algumas metodologias que eram pouco conhecidas fora do setor ganharam espaço, e uma das principais delas é o home staging.

Bastante difundido em países da Europa e nos Estados Unidos, muitos brasileiros conhecem-no por conta dos programas de reformas e construção civil que são veiculados pelos canais a cabo. Ficou interessado em aprender um pouco mais sobre esse tema? Então, confira o conteúdo a seguir!

O que é o home staging?

O nome home staging vem do inglês e pode ser compreendido pela separação e pela tradução das duas palavras. Enquanto staging quer dizer “encenação”, home significa “casa” ou “lar”. E o home staging é justamente isso: fazer de uma propriedade o palco perfeito para uma excelente negociação.

Em linhas gerais, o seu intuito é o de valorizar um imóvel para venda, tornando o local mais atrativo e mais fácil de ser comercializado. O foco principal está em minimizar os problemas e, até mesmo, em tentar despersonalizar os cômodos, para que o maior número possível de interessados consiga se enxergar morando ali.

Pode-se fazer isso de diversas maneiras. Uma ideia básica é tirar da vista de compradores em potencial os objetos muito íntimos, como artigos religiosos ou quadros com cores berrantes, por exemplo. Outro ponto crucial é resolver pequenos problemas, como infiltrações ou falhas na pintura.

Mais do que uma arrumadinha básica, o home staging consiste em intervir de uma maneira muito minuciosa para que uma casa ou apartamento passem a atender melhor ao que o senso comum espera em termos de bom gosto. É uma metodologia ótima tanto para a visitação quanto para as imagens que podem compor anúncios.

Como fazer um bom home staging?

Conte com ajuda especializada

Embora o básico do home staging não seja difícil de ser compreendido, contar com ajuda de quem realmente entende do negócio é muito valioso, especialmente se você deseja vender o seu imóvel mais rápido e pelo preço certo.

Alguns profissionais estão investindo nesse campo, como arquitetos, decoradores e até engenheiros, e os seus serviços podem ser cobrados por hora ou, até mesmo, como um percentual do valor da transação.

Guarde seus pertences

Nenhum visitante vai ficar interessado em comprar uma casa ou apartamento se, no momento da visitação, ele se deparar com roupas espalhadas, brinquedos pelo chão ou artigos pessoais deixados pelos cômodos, não é verdade?

Por isso, antes de abrir a sua propriedade para possíveis interessados ou, até mesmo, antes de fazer as fotos para anúncios, procure guardar esses itens em locais pouco acessíveis, como um armário ou um quarto dos fundos.

Despersonalize a casa

Deixar a sua casa compatível com o máximo possível de pessoas é muito importante para atrair mais compradores em potencial. Por isso, o home staging estimula que você aposte em cores neutras, que não chamem a atenção ou causem reprovação no público.

Escolhas certeiras são, por exemplo, o branco, o bege, o cinza claro e outras tonalidades pastéis. Se você não souber ao certo como escolher, a ajuda profissional, mais uma vez, pode ser de grande valia.

E agora, entendeu o que é o home staging? Gostou do conteúdo? Então, não perca mais tempo e assine a nossa newsletter!

Compartilhe, curta, recomende:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.