Aprenda como calcular o retorno financeiro dos imóveis

imagem ilustrativa de retorno financeiro dos imóveis

Comprar a casa própria é um sonho da maioria dos brasileiros. Mas quando falamos em adquirir um imóvel como investimento, muitas pessoas não sabem como calcular o retorno financeiro dos imóveis para avaliar se o investimento vale a pena.

Considerado um dos mercados mais seguros para se investir, principalmente em meio a uma crise econômica, o mercado imobiliário apresenta várias oportunidades de ganhos em longo prazo, com segurança.

Quer aprender como calcular o retorno financeiro de imóveis? Confira!

Investimento em imóveis

Quem pensa em investir em imóveis deve ter em mente que esse é um investimento com retorno de longo prazo. Ainda assim, é vantajoso, pois possibilita que o investidor possa escolher entre morar ou locar o imóvel e, com o passar dos anos e valorização do imóvel, a venda pode gerar um bom retorno financeiro.

Para analisar a viabilidade de um investimento no mercado imobiliário, é importante levar em consideração fatores como a localização do imóvel, estado de conservação, as ofertas de imóveis na região, infraestrutura do bairro, entre outros.

Avaliar esses fatores é fundamental para que o investimento seja feito no imóvel certo, com mais possibilidades de valorização futura.

Valorização do imóvel ao longo do tempo

É comum que os imóveis ganhem valor ao longo dos anos, influenciados principalmente pela proximidade de serviços e comércios, como escolas, restaurantes e farmácias, bem como as tendências de consumo com relação a tamanho e estrutura do imóvel, amenidades como áreas de lazer, entre outros fatores.

Tudo isso deve ser avaliado na hora de escolher um imóvel para comprar, mesmo que você não vá viver nele.

Vale destacar que a valorização da região, com crescimento dos estabelecimentos comerciais e dos serviços de educação, saúde, transporte e segurança, tende a atrair o interesse do público e, com isso, o retorno financeiro dos imóveis tende a aumentar.

Lembre-se também de verificar a infraestrutura do imóvel e do prédio, se for o caso, além de valores que podem influenciar na locação por terceiros, como o valor do condomínio e do IPTU ou a alta oferta de imóveis do mesmo padrão na região.

Ganhos com aluguel

Se você quer investir em um novo imóvel, mas não pretende viver nele, é preciso levar em consideração alguns fatores para calcular o retorno líquido que terá com o aluguel.

Primeiro, se você conta com o serviço de uma imobiliária, é preciso saber o valor da taxa de administração cobrada, que varia de acordo com o valor do aluguel. Normalmente, a taxa fica em torno de 8% a 10% do valor (considerando aluguel, IPTU e condomínio, se houver). Algumas empresas também cobram 10% referentes ao seguro do imóvel e a garantia de pagamento do aluguel mensal.

A conta

Para calcular o retorno financeiro com o aluguel, é preciso dividir o valor do aluguel pelo valor de compra do imóvel, já descontadas as taxas de administração. Por exemplo, se o imóvel custou R$ 250 mil e você o aluga por R$ 2 mil, sendo o valor líquido R$ 1.800, o retorno financeiro mensal é de 0,72% ao mês.

Imposto de Renda do imóvel

Quem tem um imóvel alugado deve declarar o valor recebido no ano como receita, da mesma forma como acontece com o salário e outras rendas. Por isso, o valor do aluguel, junto a outros ganhos, será somado para definir a porcentagem de imposto cobrada sobre seus rendimentos.

Além disso, reformas e benfeitorias podem ser acrescidas ao valor do imóvel na declaração de Imposto de Renda. Com isso, no momento da venda, o valor do imposto será menor e o retorno financeiro dos imóveis, maior.

Quer saber mais sobre como ter um retorno financeiro dos imóveis? Então leia nosso artigo sobre como ganhar dinheiro com imóveis lucrando na venda!

Compartilhe, curta, recomende:

Deixe um comentário