5 erros que um corretor imobiliário iniciante deve evitar

A vida do corretor imobiliário iniciante é cheia de novidades e informações. Muitas vezes, com a intenção de otimizar seu trabalho e seus aprendizados, ele acaba se descuidando em relação a alguns aspectos essenciais que podem impedi-lo de conquistar uma carreira bem-sucedida na sua área de atuação.

Pensando nisso, no artigo de hoje, separamos os principais erros cometidos por quem está começando na profissão para que você fique atento e procure evitá-los a qualquer custo. Ficou curioso? Continue a leitura e descubra!

1. Não usar um sistema de gestão de clientes

Hábitos ruins devem ser eliminados logo de início e esse é um deles. O CRM (Customer Relationship Management ou Sistema de Gestão de Clientes) é uma das principais ferramentas de organização para o corretor imobiliário iniciante que deseja se destacar, atraindo e fidelizando a clientela.

Ele é um sistema que vai ajudá-lo na organização e administração dos clientes. Se, por exemplo, a Sra. Maria ligar, em vez de precisar adivinhar as informações sobre ela — ou contar apenas com a memória — você pode acessar seus dados e potencializar seu atendimento.

2. Não se preparar para apresentar cada imóvel

Escolher um imóvel é uma decisão importante e, por isso, é necessário estabelecer uma relação de confiança com o cliente. Não existe nada pior do que fazer uma visita com um corretor que “não sabe muito bem” as informações sobre o imóvel apresentado, ou que “nunca havia entrado nele antes”.

Faça uma pesquisa, visite o espaço e tente aprender todas as informações básicas, como quantidade de quartos, dimensões, características da região, benefícios, defeitos e dados que possam ajudar na negociação. Se você não consegue decorar tudo de uma vez, faça uma ficha para consultar dados específicos.

3. Não ouvir o cliente

Para atender bem é preciso estar atento. Isso significa que, durante todas as interações — e-mail, telefonema, reunião — é preciso aprender a falar e ouvir na medida certa, mantendo o canal de comunicação aberto, só que com foco no cliente.

O corretor imobiliário iniciante precisa aprender a ser cordial e focado no seu objetivo — viabilizar o negócio que o cliente precisa fazer. Nesse sentido, grande parte das informações que conseguirá obter estará nas falas e ações das pessoas que está atendendo. Construa um perfil e crie uma lista de necessidades e desejos — usando seu CRM — para achar as oportunidades perfeitas para ele e fechar negócios com rapidez e qualidade.

4. Ser inconveniente

O follow-up (acompanhamento do cliente durante a jornada de compra) é uma prática bem comum e super bem-vinda. Só que o corretor imobiliário iniciante precisa usá-la na medida certa para conquistar mais contatos e vendas.

Não seja chato ou insistente demais. Evite enviar muitas mensagens ou e-mails sucessivos. Respeite o tempo e a vontade de cada pessoa. Quando não houver retorno após algumas tentativas, não pressione. Se o seu atendimento foi bom, assim dele se decidir, certamente entrará em contato.

5. Não estar disponível

Outro erro que o corretor imobiliário iniciante também comete é seguir o caminho oposto ao apresentado no tópico anterior e nunca estar disponível. O cliente liga, deixa mensagens e ele não responde. Do mesmo modo que contato demais inviabiliza a venda, contato de menos também leva seu cliente para a concorrência.

Lembre-se de ser veloz no retorno e procure estar sempre disponível para resolver suas dúvidas. Porém, atenção: não deixe sua vida profissional se misturar aos momentos de descanso. Recebeu uma mensagem durante o passeio com a família? Crie um lembrete para responder mais tarde. Existem aplicativos que ajudam a deixar a agenda sempre em dia.

Agora que você já sabe quais as principais armadilhas que o corretor imobiliário iniciante deve evitar, que tal ter acesso a outros materiais, artigos e novidades do setor? Então aproveite e curta agora mesmo nossa página no Facebook!

Compartilhe, curta, recomende:

Deixe um comentário