5 dicas de como escolher uma casa

imagem ilustrativa de como escolher uma casa

Diversos fatores precisam ser levados em conta na escolha da casa certa, para que ela seja capaz de satisfazer às suas expectativas pessoais e familiares. Justamente por isso, a tarefa de escolher uma casa está longe de ser simples: ela exige conhecimentos que vão desde o perfil familiar às especificidades sobre o bairro e as características do imóvel pretendido.

Então, para te auxiliar nessa decisão, elencamos neste post 5 dicas sobre como escolher uma casa. Continue lendo!

Saiba escolher entre uma casa recém-construída e uma casa usada

Esse é o primeiro dos grandes fatores que influenciarão na busca pela casa certa, e para fazer a escolha certa é preciso considerar alguns pontos:

  • casas recém-construídas demorarão um bom tempo até necessitar de reparos;
  • imóveis já com anos de uso, se comparados a outros novos semelhantes, acabam sendo bem mais baratos;
  • atualmente, as linhas de financiamento imobiliário com as melhores condições para o comprador privilegiam a compra de imóveis novos.

Consideradas essas questões com calma, você terá definido qual é o tipo de imóvel mais indicado para você, e estará pronto para seguir adiante.

Acerte na localização

Este aspecto é extremamente relevante, pois a localização de sua nova casa é um elemento de conforto e valorização. Portanto, você deve levar em conta:

  • se o entorno da casa que você tem em vista é seguro. Pergunte aos vizinhos, e procure também informações sobre as ocorrências policiais do bairro (se elas são recorrentes).
  • se há muita movimentação na região. Circule pelas redondezas do imóvel em horários e dias variados para assegurar-se de não adquirir um bem em local perigoso, o que de jeito nenhum é bom negócio.
  • se as redondezas estão bem munidas de comércio. Faça um tour pela região, conheça seus supermercados, padarias, escolas, e tudo o mais que você considera importante ter por perto.
  • se a rua é bem iluminada, e se possui vigilância. Preste atenção ao tipo de rua, se é tranquila ou mais movimentada. Tomar esse cuidado te permitirá conhecer a dinâmica do lugar onde pretende viver, e descobrir se ela está alinhada com o seu estilo de vida e perfil pessoal.

Fique atento à estrutura do imóvel

Depois de definidas as questões anteriormente abordadas sobre como escolher uma casa, é a hora de decidir o que ela precisa ter para proporcionar conforto a você e sua família. Então, é chegada a hora de optar pelo tamanho adequado.

Para não cometer erros nesse momento, pense na sua rotina e nos padrões que você considera ideais para que o imóvel acomode cada membro da família, a fim de definir o número de ambientes necessários a uma tranquila convivência.

Considere a casa térrea e o sobrado

Mais uma característica a ser definida é se o imóvel no qual você morará deverá ser de um ou dois pavimentos. Vale ressaltar que:

  • as casas térreas são ótimas para famílias com crianças ou idosos, já que não oferecem os riscos de uma escada;
  • os sobrados tendem a apresentar melhor distribuição de espaços, sendo, muitas vezes, aptos a proporcionar máxima privacidade à família, já que os dormitórios e demais espaços reservados ficam bem separados das áreas de circulação.

Preste atenção a cada detalhe

Estes podem parecer detalhes supérfluos, mas, na verdade, são itens fundamentais à comodidade dos moradores da casa, e merecem toda a sua atenção:

  • vagas na garagem — se for necessário, e o imóvel não comportar todos os carros da família, você deve checar a existência de estacionamentos por perto;
  • lavanderia ou quintal — casas pequenas costumam ser equipadas com práticas lavanderias, enquanto as mais amplas podem ter quintais capazes de serem convertidos em áreas de lazer e instalar redes, churrasqueira, piscinas, etc.;
  • demais comodidades — suítes, armários embutidos, cozinha planejada; se você quer essas comodidades em seu cotidiano, selecione uma casa que já as tenha, ou ofereça condições de comportá-las.

Depois de tudo isso, ainda existem outros itens a serem considerados, tais como o valor do IPTU, a regulamentação da documentação do imóvel, e os detalhes relacionados à forma de pagamento.

Por isso, se está pensando em como escolher uma casa, não hesite: procure logo uma assessoria imobiliária competente. E não se esqueça de compartilhar estas dicas em suas redes!

Compartilhe, curta, recomende:

Deixe um comentário